100
X Fale connosco!
Deixe o seu testemunho!
X Fale connosco!
Fale connosco!
X Fale connosco!
Fale connosco!

O que é o certificado ATEX?

Perceba o que é e como funciona o cerficiado ATEX.

O certificado ATEX refere-se a duas diretivas Europeias distintas, mas relacionadas entre si:

- 94/9/EC: Refere-se aos procedimentos do “equipamento” – Diz respeito ao fabrico e venda de equipamentos Ex
- 199/92/EC: Refere-se aos procedimentos da “utilização” – Diz respeito à classificação das áreas perigosas e à correta seleção, instalação e manutenção de equipamentos Ex
Devemos prevenir que o equipamento seja o motivo de aparecimento de problemas, por isso é necessário tomar medidas de precaução especiais em zonas perigosas. Quando a probabilidade de uma atmosfera explosiva se manifestar é alta, a solução é utilizar equipamentos com uma baixa probabilidade de serem uma fonte de ignição. Os equipamentos são categorizados (1, 2 e 3) dependendo do nível da zona para o qual estão destinados a serem utilizados.

De forma a prevenir os riscos de ignição causados pelos equipamentos, foram publicadas várias normas de construção de equipamentos sob a forma de Normas Europeias e, em casos especiais, são estabelecidas exigências adicionais nas normas relativas à sua instalação e utilização.


Marca do equipamento

Existe um esquema de marcação padronizado para identificar o equipamento adequado para um local específico. Os equipamentos fabricados sob as normas têm a marcação de proteção contra explosões “Ex”, a categoria do equipamento (1, 2 ou 3), a letra G e/ou D consoante se destine a ser utilizado em atmosferas onde existe gás (G) ou pó (D), e outras informações essenciais de segurança. Em muitos casos esta marcação inclui também a classificação da temperatura, expressa com o símbolo “T” e algumas vezes o grupo de gás.


Classificação das zonas perigosas

Os locais perigosos são classificados em zonas baseados na frequência e duração da ocorrência de atmosferas explosivas.


Gases, vapores e neblina
Zona 0: Local onde uma atmosfera explosiva está presente continuamente ou por longos períodos ou frequentemente
Zona 1: Local onde uma atmosfera explosiva pode ocorrer ocasionalmente, em situações normais de operação
Zona 2: Local onde uma atmosfera explosiva não é provável de ocorrer em situações normais de operação, mas, se acontecer, será por um curto período de tempo


Poeiras
Zona 20: Local onde uma atmosfera explosiva está presente continuamente ou por longos períodos ou frequentemente
Zona 21: Local onde uma atmosfera explosiva pode ocorrer ocasionalmente, em situações normais de operação
Zona 22: Local onde uma atmosfera explosiva não é provável de ocorrer em situações normais de operação, mas, se acontecer, será por um curto período de tempo


Categoria dos equipamentos
Zona 0 ou 20 – Categoria 1
Zona 1 ou 21 – Categoria 2
Zona 2 ou 22 – Categoria 3

Fale connosco!

Tem alguma necessidade ou precisa de algum tipo de ajuda, suporte ou esclarecimento? 

Entre em contacto connosco. Com base no nosso conhecimento e experiência, estamos certos que conseguiremos ajudá-lo nas suas necessidades e sugerir as respostas mais eficientes.

Adélio Neto

Dep. Instr.
+351 963 650 999

Bruno Barbosa

Dir. Comercial
+351 963 651 007

Ricardo Jesus

Dir. Técnico
+351 253 818 850
Continuar a navegar no nosso website implica a aceitação da nossa Política de Cookies - Saiba mais aqui